Inove-se

Inovações no agronegócio trazem mais competitividade e sustentabilidade

Com o propósito de “Alimentar os empreendedores que irão alimentar o mundo” o AgTech Garage é considerado um dos principais hubs de inovação do agronegócio. A iniciativa está localizada em Piracicaba (SP), região considerada o “Vale do Silício” do agronegócio brasileiro, e tem promovido uma nova dinâmica de inovação no setor a partir da conexão entre grandes empresas, startups, produtores rurais, investidores e a academia.

Desde 2017, a rede colaborativa formada no hub tem atuado para desenvolver soluções que aumentem a sustentabilidade e competitividade do agronegócio nacional. Como resultado, o hub tem desenvolvido programas importantes de inovação como o Intensive Connection, realizado com parceiros como Bayer, Bunge, Ceva, OCP, Sicredi e Suzano, e que tem permitido um intercâmbio de aprendizado, relacionamentos e negócios.

Nesse ambiente de inovação, colaboração e empreendedorismo voltado ao agronegócio está o engenheiro químico José Augusto Tomé, CEO e co-fundador do AgTech Garage que conversou com o Portal Colabore-se sobre o futuro da produção agrícola e a importância do empreendedorismo e da inovação para um agronegócio mais sustentável e competitivo.

Confira a entrevista na íntegra:

Qual a principal missão do AgTech Garage e como a iniciativa tem atuado para transformar o futuro da produção agrícola no Brasil?

Somos um hub de inovação especializado no agronegócio. Criado em 2017, contamos hoje com 50 grandes empresas parceiras, líderes em seus segmentos, e mais de 780 startups conectadas em nossa comunidade virtual. Somos pioneiros em fomentar a prática da inovação aberta no agronegócio. Nossas iniciativas, práticas e ferramentas, são responsáveis por impulsionar a competitividade dos parceiros na construção de produtos e serviços inovadores para uma cadeia agroalimentar cada vez mais digital e sustentável.

A atuação do AgTech Garage conta com parceiros dentro do próprio hub de inovação. Qual a importância de desenvolver ações colaborativas para o sucesso do empreendedorismo no Agro?

Quando falamos em ecossistema de inovação, usamos uma referência direta da biologia, em que há um equilíbrio fino entre todos os seres vivos cooperando entre si. Para inovar, o processo é bastante similar, com a soma das expertises e esforços de startups, academia, grandes empresas e do produtor rural. Essa união é fundamental para que sejam desenvolvidas soluções que contribuam para o agronegócio ser cada vez mais sustentável e competitivo.

Além disso, o hub é um ferramental que impulsiona as iniciativas de inovação das empresas parceiras, facilitando conexões profissionais e estratégicas com o ecossistema, e fomentando experiências para geração de insights e desenvolvimento da cultura de inovação na empresa.

O Brasil é o segundo maior exportador de grãos com destaque para o uso de tecnologia em grandes lavouras. Ao mesmo tempo, boa parte da comida que chega às mesas é cultivada por pequenos produtores da agricultura familiar. Como a iniciativa do AgTech Garage tem trabalhado com esses perfis tão diferentes do setor agro brasileiro?

O produtor se sente constantemente sobrecarregado com o alto volume de decisões que precisa tomar em sua atividade, inclusive a respeito das tecnologias disponíveis. Buscamos entender as dores de cada perfil e atendê-las de forma customizada. Um exemplo disso é o AgTech Garage For Farmers, um programa que procura proporcionar a grupos de produtores uma experiência única de relacionamento com o ecossistema de inovação e empreendedorismo.

Qual o papel das startups na busca por um desenvolvimento rural mais sustentável e competitivo?

As startups estão desenvolvendo soluções que permitem o uso mais eficiente dos recursos e insumos agrícolas, gerando assim menor impacto ambiental. Muitas  ferramentas permitem coletar e analisar dados para tomada de decisão mais assertiva, permitindo práticas mais sustentáveis como, por exemplo, a aplicação de defensivos com taxa variável e controle da deriva na aplicação, redução do uso de antibióticos para tratamento de doenças em animais, assim como de desperdícios de alimentos, gestão de maquinário agrícola para promover mais eficiência no uso de combustíveis, entre outras soluções sustentáveis.

Leia também

A memória de uma cidade propagada pelas ondas do rádio

A memória de uma cidade propagada pelas ondas do rádio

Inove-se
Como o projeto “Girls Rock Camp Brasil” atua para criar uma geração de meninas mais fortes

Como o projeto “Girls Rock Camp Brasil” atua para criar uma geração de meninas mais fortes

Inove-se
Solidariedade que não é história de pescador e salva vidas

Solidariedade que não é história de pescador e salva vidas

Inove-se

Ficou interessado?

Envie nome e telefone para o email e seja também um protagonista!